Pacificação na favela não para a favela. Uma análise sobre o projeto de pacificação e programas governamentais, como justiça comunitária, implementados na favela, perquirindo quem são os reais beneficiários do projeto e ressaltand o a potência política favelada neste contexto

Autor:Nathalie Ferreira de Andrade
Cargo:Mestre pelo Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas em Direitos Humanos, UFRJ
Páginas:146-174
RESUMEN

O conceito de Justiça vem sendo discutido há séculos, por diversas áreas de conhecimento, não se concluindo pela unicidade de significação. Ocorre que, em nome da justiça social, implementou-se um processo de pacificação no Complexo do Alemão e em outras favelas da cidade do Rio de Janeiro, tendo como instrumento as Unidades de Polícia Pacificadora ("UPPs"), em que são registradas uma série de... (ver resumen completo)

 
EXTRACTO GRATUITO
146 ANIDIP, Bogotá, ISSNe: 2346-3120, Vol6, pp. 146-174, 2018
Pacicação na favela não para a favela.
Uma análise sobre o projeto de pacicação
e programas governamentais, como justiça
comunitária, implementados na favela,
perquirindo quem são os reais beneciários
do projeto e ressaltando a potência política
favelada neste contexto
Pacicación en la Favela no para la Favela. Un
análisis del proyecto de pacicación y de los
programas gubernamentales, como justicia
comunitaria, implementados en la Favela,
investigando quiénes son los verdaderos
beneciarios del programa y resaltando la potencia
política favelada en ese contexto
Pacication in the Slum, Not for the Slum. An
analysis about the pacication project and
government programs, such as communitarian
justice, implemented at the favela, investigating
the real beneciaries of these programs and
emphasizing the favela’s political potency in that
context
Nathalie Ferreira de Andrade*
Recepção: 26 de janeiro de 2018
Aprovação: 9 de abril de 2018
Doi: http://dx.doi.org/10.12804/revistas.urosario.edu.co/anidip/a.7161
Para citar este artigo: Ferreira de Andrade, N. (2018). Pacicação na favela não
para a favela. Uma análise sobre o projeto de pacicação e programas governa-
mentais, como justiça comunitária, implementados na favela, perquirindo quem
são os reais beneciários do projeto e ressaltando a potência política favelada
neste contexto. ANIDIP, 6, 146-174. Doi: http://dx.doi.org/10.12804/revistas.
urosario.edu.co/anidip/a.7161
* Mestre pelo Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas em Direitos Humanos- UFRJ.
146
147
ANIDIP, Bogotá, ISSNe: 2346-3120, Vol6, pp. 146-174, 2018
Pacificação na favela não para a favela. Uma análise sobre o projeto de pacificação e programas governamentais, como justiça comunitária, implementados na favela
Resumo
O conceito de Justiça vem sendo discutido há séculos, por diversas áreas de conheci-
mento, não se concluindo pela unicidade de signicação. Ocorre que, em nome da jus-
tiça social, implementou-se um processo de pacicação no Complexo do Alemão e em
outras favelas da cidade do Rio de Janeiro, tendo como instrumento as Unidades de
Polícia Pacicadora (“UPPs”), em que são registradas uma série de atentados à dignida-
de humana. O presente trabalho é baseado em dados produzidos em pesquisa realizada
no Complexo do Alemão, com destaque para o objeto empírico, qual seja, a cohabita-
ção de uma unidade de educação e o aparelho de segurança UPP. Analisa-se o objeto e
argumenta-se a quem atende o discurso de justiça que legitima ações governamentais
desta natureza.
Palavras-chave: favela, justiça social, cidadania, UPP, segurança pública.
Resumen
El concepto de justicia viene siendo discutido hace siglos, por diversas áreas del cono-
cimiento, sin concluirse una unidad en la signicación. Ocurre que, en nombre de la
justicia social, se implementó un proceso de pacicación en el Complejo del Alemán
(Complexo do Alemão) y en otras favelas de Rio de Janeiro, teniendo como instrumen-
tos las Unidades de Policía Pacicadora (“UPPs”), donde son registrados una serie de
atentados a la dignidad de la persona humana. El presente trabajo está basado en
datos producidos en la investigación realizada en el Complejo del Alemán, con especial
atención en el objeto empírico, cualquiera que sea, la cohabitación de una unidad de
educación y el aparato de seguridad UPP. Se analiza el objeto y se argumenta a quien
atiende el discurso de justicia que legitima acciones gubernamentales de esta naturaleza.
Palabras clave: favela, justicia social, ciudadanía, UPP, seguridad pública.
Abstract
e concept of justice has been discussed for centuries, by several areas of knowled-
ge, with no conclusion being reached about a unied meaning. In the name of social
justice, a process of pacication was implemented at Complexo do Alemão and other
favelas (slums) of Rio de Janeiro, using as instrument the Unidades de Polícia Pacica-
dora (Pacifying Police Units —s, for its initials in Portuguese), with the registry of
several attempts against human dignity. is work is based on data produced through
a research conducted at Complexo do Alemão, with its main focus on the empirical
object, the cohabitation of an education unit and the safety apparatus . is work
analyzes the object and discusses who benets from the narrative of justice that legiti-
mates governmental actions of this nature.
Keywords: Favela (slum), justice, citizenship, , public safety.

Para continuar leyendo

SOLICITA TU PRUEBA