Notas liminares

Autor:Abel Laureano
Cargo do Autor:Docente da Universidade do Porto
Páginas:11-12
 
TRECHO GRÁTIS
Notas liminares
1. Para prevenir quaisquer eventuais associações com situações
ou factos efectivamente ocorridos, optou-se por identificar os
protagonistas destes casos práticos (Estados, Organizações
Internacionais e outros sujeitos) por meio de designações
fantasiadas. Respeitando naturalmente orientações diferentes,
consideramos na verdade que, deste modo, se corta pela raiz a
eventualidade de conotações equívocas, mostrando-se clara-
mente que os cenários apresentados se colocam no domínio das
formulações hipotéticas.
Complementando o exposto, entendemos também ser menos
desejável identificar os mencionados protagonistas segundo o
clássico modelo das letras do alfabeto (por exemplo, o Estado
"A", o Estado "B", etc.). A nossa escolha prende-se, tão-
-somente, com a ideia de que as designações de fantasia, mais
"coloridas" (e quiçá com uma proficiência na razão directa do
respectivo "colorido"), quebram a monotonia e permitem uma
mais fácil identificação dos casos arrolados.
2. A simplificação dos casos apresentados passa, como aliás se
sublinhou no prefácio, por duas vertentes basilares: de uma
banda, estes configuram-se como uma espécie de "módulos",
dado cada qual se reportar, tendencialmente, a um específico
núcleo de matéria; de outra banda, os esquemas de resolução
adiantados abstraem de variáveis que, passíveis de equaciona-
mento (ao jeito do que sucede na vida real), complexificariam a
respectiva abordagem. Tudo isto em consubstanciação da
natureza eminentemente didáctica caracterizadora do presente
escrito.
11

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO